Enquanto todos estão de olho no novo Nintendo Switch, há quem dê um passo atrás e prefere resumir as estratégias de marketing da Nintendo. Para usar da palavra está Paul Jackson, analista da consultoria de mercado Ovum, que não os manda falar sobre o Wii U, mesmo considerado "um acidente de carro". Incidente tão grave, em sua opinião, fazer do Nintendo Switch "a última tentativa" de conseguir vender um console fixo. Os números, no entanto, falam por si: o Wii U vendeu um décimo do Wii e foi superado por seus rivais Xbox One e PS4. Ainda de acordo com Jackson, “porque tornou a comunicação pouco clara e confundiu a todos sobre a funcionalidade da tela e do controlador”.

Ele conclui, mantendo-se surpreso com a escolha de um híbrido para o Switch, "dois dos seus mais bem sucedidos são console portátil, o Game Boy e DS já vendeu mais de 100 milhões cada um." Você pode encontrar a entrevista completa aqui.

A Nintendo conseguirá levantar a cabeça? Se eles não conseguiram, citando o Wii U como um acidente, eles poderiam se dedicar a criar pílulas inovadoras no dia seguinte ... para consoles!