No final deste ano, deveria ter sido publicado. Anthem. Um relatório da Kotaku na semana passada já anunciou um possível adiamento do título porque, de acordo com as fontes anônimas do site, o objetivo era "pouco realista" e o jogo não estaria disponível até o início do 2019.

Hoje Electronic Arts confirmou o atraso, mesmo que tenha insistido que não é realmente um atraso e que não é o resultado de problemas de desenvolvimento em Bioware mas simplesmente um questão de planejamento. Há um novo campo de batalha chegando em outubro e o CFO da EA, Blake Jorgensen, disse à Wall Street Journal que a empresa decidiu que Anthem teria "Tive mais atenção se ele saiu em um momento mais silencioso".

O relatório de Kotaku tornou a situação de Bioware muito perturbadora, mas a declaração de Jorgensen se encaixa bem com a experiência recente da EA. Titanfall 2, lançado em 2016, é um FPS excepcional, mas não conseguiu iniciar apesar de ser multiplataforma, ao contrário do primeiro. Esta falha é devido à inexplicável decisão de publicar o título entre 1 Battlefield e Call of Duty: Guerra Infinita.

Não há dúvida de que a Bioware precisa do hino para ser um sucesso, então isso poderia ser um caso de "Lição aprendida". Em qualquer caso, apenas uma coisa é certa: O hino não estará disponível até 2019.

O anúncio da reprogramação do hino também confirma a chegada de um novo campo de batalha até o final do ano.