Normalmente pensamos na censura nos videojogos quando falamos de títulos com conteúdo erótico, mas na realidade A Alemanha tem que lidar com a censura nos anos 26, quando foi decidido que nos jogos não poderiam ser inseridos símbolos que lembram o nazismo.

De jogos em que há suásticas, soldados realmente existiram e o mesmo Adolf Hitler que tivemos, como Wolfenstein (tanto os capítulos originais como os mais recentes), Medal of Honor o Call of Duty, mas na realidade esses títulos na Alemanha eram diferentes dos nossos, com mudanças gráficas que removeram qualquer referência ao nazismo.

La notícia hoje, no entanto, está certo uma aceitação parcial desses símbolos, com a possibilidade, portanto, de os jogadores alemães deixarem de ter os títulos censurados; obviamente, a proibição completa não foi completamente removida, o que, portanto, permanece em casos limítrofes.

Portanto, será possível usar referências à Alemanha nazista "se eles não forem usados ​​para propaganda e se forem usados ​​na realização artística ou científica para mostrar o desenvolvimento de eventos históricos precisos e a compreensão dos eventos atuais".

Uma notícia certamente positiva, mas que trará o USK para avaliar caso a caso as situações em que será possível mostrar livremente suásticas e assim por diante, sem ter que recorrer à censura.