durante o GDC 2019, Oculus revelou um novo headset VR chamado Oculus rift s. A melhoria mais notável é a inclusão de sensores de rastreamento dentro do aparelho. Isso significa que você não precisará mais instalar sensores externos. Mais detalhes sobre Missão Oculus, o próximo headset independente da empresa.

Sensores integrados são chamados Oculus Insight. O Rift S tem cinco sensores enquanto o Quest tem quatro. O Rift S também tem uma qualidade visual superior, já que a resolução alcançará um total de 2560 × 1440 (1280 × 1440 por olho) em um display LCD de comutação rápida. No entanto, a taxa de atualização foi ligeiramente reduzida de 90 para 80 Hz. Oculus disse que isso foi feito para compensar o aumento da resolução, a fim de manter as mesmas especificações de hardware necessárias para executar os jogos Oculus corretamente.

Quanto às especificações de busca encontramos um Processador Qualcomm Snapdragon 835 com mínimo 64 GB de memória. A resolução é de 1600 × 1440 por olho em um display OLED com uma taxa de atualização geral de 72 Hz.

O Oculus Rift S também está equipado com uma faixa para a cabeça com um design semelhante ao do PlayStation VR. O áudio é integrado, não havendo necessidade de dispositivos de áudio separados, mas um Tomada de áudio de 3,5 mm ainda permite que você use seus próprios fones de ouvido.

Oculus deixou claro que o Rift S não é um "Rift 2", mas uma versão melhor do original, pois permitirá que você jogue os mesmos jogos e viva no mesmo ecossistema. A biblioteca de títulos da Quest será diferente devido à especificação mais baixa do dispositivo, mas todos os jogos da Quest serão jogáveis ​​no Rift. Mais de títulos diferentes do 50 serão disponibilizados para lançamento.

Ambos Rift S e Quest serão lançados durante a primavera 2019 em dólares 400.