La Federal Trade Commission (ou FTC, a agência americana de concorrência) anunciou o lançamento de procedimentos de investigação contra Apple, Amazon, Facebook, Google (bem como o alfabeto da empresa-mãe) e microsoft. A agência antitruste solicitou às empresas que fornecessem informações sobre algumas aquisições recentes que não teriam sido divulgadas sob a lei Hart-Scott-Rodino (HSR).

O HSR é uma série de emendas às leis antitruste americanas aprovadas em 1976. Eles estabelecem que, no caso de aquisições, as empresas colaborarão estreitamente com o FTC e com o ministério da justiça. Mas nem todas as aquisições se enquadram nesses regulamentos. A FTC enviou essa solicitação para verificar a natureza das operações realizadas por essas empresas entre 2010 e 2019.

A FTC ressalta que a operação atualmente não implica nenhuma violação das leis por grandes empresas de internet. A agência estaria simplesmente tentando entender como elas operam em contextos de grandes aquisições. Especificamente, a FTC quer entender como essas empresas comunicam fusões e aquisições e se essas operações não se enquadram no HSR. Além disso, a pesquisa também quer esclarecer como as empresas menores se comportam economicamente depois que os gigantes da web as incorporaram.

Obviamente, é fácil imaginar que a FTC poderia tomar medidas se encontrasse irregularidades nas informações fornecidas, mas, para ter notícias nesse sentido, levará algum tempo.