Um ex-jogador profissional de Counter-Strike, Shayene "shAy" Victorio, ela foi acusada de fraude e agora pode passar o resto de seus dias atrás das grades. A notícia foi noticiada por business Insidere algumas traduções de Universo Online indicam que a sentença equivale a bem 116 anos de prisão.

Segundo relatos, a shAy colaboraria na abertura e operação de uma loja on-line entre 2013 e 2017. A loja recebeu vários relatórios de fraude, com mais de cem clientes que não receberam suas mercadorias após o pagamento e não foram compensados.

Por lei, no entanto, o Brasil limita a sua estadia na prisão no máximo 30 anos para seus cidadãos, e o jogador está apelando a esta regra para limitar sua sentença. Ainda falando com o Universe Online, ela afirmou que considera a frase "desumana" e que a culpa pelos roubos recai sobre seus ex-colegas e não sobre ela. Por enquanto, ela ainda não foi presa.

O ex-jogador o acompanha há muitos anos cenário competitivo do Counter-Strike abandoná-lo no ano passado e dedicar-se ao seu trabalho como influente. Não é a primeira vez que uma figura vinculada ao título é acusada, dada a caso do co-criador ocorreu há dois anos.