o abateXaviant tenta novamente com um novo relançamento de o abate.

O battle royale teve seu período de maior sucesso em 2016, quando se apresentou como um dos primeiros títulos independentes do gênero que logo veriam sua popularidade explodir. Embora The Culling tenha sido um dos primeiros criadores, escolhas infelizes de design de jogos e a chegada concomitante de dois rivais ferozes, como PUBG e Fortnite eles decretaram sua morte prematura.

Após o lançamento desastroso de The Culling 2, um clone desorganizado de seus concorrentes, que foi retirado do mercado após alguns dias, Xaviant disponibilizou o primeiro capítulo novamente, retornando à versão apresentada no primeiro dia da fase alfa e alterando o título para O abate: origens.

Escusado será dizer que a reinicialização também não foi bem sucedida servidores de jogos foram encerrados em maio de 2019.

Mas no Xaviant eles realmente não querem desistir: uma nova reinicialização do jogo foi anunciada, por enquanto exclusivamente no Xbox One, com um modelo de negócios decididamente questionável.

O jogo realmente custará US $ 6 no lançamento (grátis para os proprietários do The Culling original), mas ... permitirá que você jogue apenas um jogo por dia de graça. A partir da segunda partida diária, de fato, espera-se o pagamento de um token de acesso adquirível com dinheiro real. Apesar da capacidade de ganhar esses tokens ao vencer um jogo e comprar um bilhete semanal ao preço de alguns dólares, é supérfluo apontar que é um modelo de monetização bastante improvável.

A casa do software explicou a curiosa escolha: "É uma abordagem de monetização destinada a garantir que os jogadores possam ter acesso à ilha daqui a alguns anos".

The Culling: Origins estará disponível no Xbox One a partir de 14 de maio. Ainda não há detalhes sobre uma possível versão para PC que ainda aparece nos planos do Xaviant.