Marty O'Donnell, ex-compositor e figurão de Bungie - software house por trás de franquias como halo e Destino - finalmente encontrou um momento para tirar algumas pedras dos sapatos e falou sem filtros dos acordos entre Activision e microsoft.

Halo da BungieDurante sua última entrevista dentro do canal HiddenXperiaO'Donnell inicialmente falou sobre seu desejo de deixar a Bungie depois que ele chegou a um acordo com a Activision, e como o último acabou sendo um passo em falso:

"Uma parte de mim fez" bem, estava na hora ", a outra parte fez" inferno, espero que eles comprem e também comprem minhas ações ", o que não aconteceu. [...] Havia sete de nós que sabíamos sobre o possível acordo com a Activision e sabíamos desde o início que isso seria um risco e, finalmente, acabou sendo um mau acordo. Eu sou o único que pode lhe dizer uma coisa, além daqueles que deixaram a Bungie. Se você ainda trabalha para eles, precisa ser "político" e dizer coisas como "tivemos uma boa parceria" e "blá blá blá, conseguimos criar coisas maravilhosas e em algum momento chegou a hora de nos separar por causa de nossos objetivos, mas éramos felizes, nos amamos ", besteira".

Posteriormente, o ex-compositor também falou sobre as dificuldades e as trituração imediatamente sob a Microsoft na época do Halo 2 e o acordo entre a casa de Redmond e Bungie sobre a propriedade do nome durante o desenvolvimento do Halo 3:

“Não vendemos Halo para a Microsoft em 2007, vendemos em 2000. Vendemos Bungie e Halo, todo o pacote foi vendido para a Microsoft em 2000, tornando-o uma divisão interna. [...] Em 2007, nosso acordo era que faríamos o Halo 3, mas ao preço do nome "Bungie". Eventualmente, recebemos o nome novamente, mas depois de desenvolver o Halo 3 ODST e o Reach. Conquistamos a independência em 2007. Quando nos tornamos propriedade da Activision, mantivemos a propriedade de nossos IPs, eles não podiam mexer. Mas não foi o que aconteceu, e foi por isso que eles me despediram. "

Se você estiver interessado, aqui está o ligação para a entrevista completa.