Anunciado durante o último Sony Showcase, Devil May Cry 5 Edição Especial chegará aos consoles da próxima geração com uma série de melhorias no título de ação do Capcom, incluindo o muito alardeado Ray tracing, um modo de 120 fps, o modo de horda Legendary Dark Knight e obviamente Vergil como personagem jogável. No entanto, embora os usuários de console possam aproveitar o pacote completo, os usuários de PC terão que se contentar com o muito conhecido “Vergil DLC” por um tempo.

Por meio de comunicado de imprensa divulgado pelo site Eurogamer, A Capcom anunciou de não tenho planos no momento em relação a um PC de geração atual ou lançamento de console do DMC V Special Edition, mas que permitirá aos jogadores no Steam, PS4 e Xbox One usar Vergil como um DLC pago, disponível posteriormente. Obviamente, este comunicado não fez nada além de irritar ainda mais o usuário de PC, que reclama de negligência injustificada por parte da Capcom, considerando o potencial da plataforma.

E como qualquer controvérsia relacionada a portas perdidas no PC, a controvérsia mudou para a página de revisão do Steam, onde alguns usuários levaram a história um pouco demais a sério, indo para reviewbomb o título. Veremos se esta cruzada levará a alguma coisa, mas para quebrar uma lança em favor dos jogadores de PC, não é a primeira vez que a Capcom trata os usuários como se fossem uma categoria de segundo nível.