Todos nós sabemos como a Nintendo é agressivo na proteção da propriedade intelectual de seus produtos. Vimos isso com o caso de Super Mario 64 PC, a empresa com sede em Kyoto está sempre pronta para remover da Internet qualquer produto que infrinja seus direitos autorais.

O zelo da Nintendo não se limita aos videogames, no entanto, para ser vítima disso desta vez é um streamer e estrela do TikTok. Pokeprincxss, ou melhor Digitalprincxss após o processo, ela é uma criadora de conteúdo com quase dois milhões de seguidores. Em um vídeo recente do YouTube, a garota explicou que a Nintendo não gostava do nome dela ou da mercadoria com o tema Pokémon e a processou.

Como muitos outros, a Digitalprincxss decidiu capitalizar seu sucesso no TikTok por meio de mercadorias vendidas no site LegalZoom. No entanto, a imagem online da garota girava em torno de Pokémon, como suas tatuagens também testemunham. Consequentemente, a mercadoria também foi inspirada na mesma marca.

"Eu era jovem e estúpido, não tinha ideia de que o que estava fazendo poderia estar errado"

Dois meses atrás, no entanto, foi LegalZoom quem comunicou à garota que a Nintendo ordenou que parassem de vender sua mercadoria por violação de direitos autorais. O motivo da raiva da casa de Kyoto não parece ser apenas isso. Na verdade, Digitalprincxss também cria conteúdo adulto por meio do site OnlyFans, e se há uma coisa com que a Nintendo se preocupa mais do que propriedade intelectual, é sua imagem de marca para toda a família.

A causa foi relativamente rápida. A menina mudou o apelido e teve que voltar para a Nintendo cada centavo feito com mercadoria. Apesar dessa desventura, Digitalprincxss não parece ter nenhum ressentimento especial em relação à Nintendo. No final do vídeo, ele convida seus seguidores a continuarem apoiando a empresa, e "Vá e compre um Switch".