Conforme relatado em alguns documentos anexados a um processo legal e arquivado por Activision Blizzard, a software house teria processou Netflix por ter "roubado" um executivo importante.

A história remonta a 2018, quando o Diretor financeiro da Activision Blizzard Spencer Neumann ele deixou seu emprego para preencher a mesma função no popular serviço de streaming.

Numa processo começou ontem Os advogados da Activision argumentam que a Netflix violou repetidamente a lei do estado da Califórnia ao fazê-lo. Tudo isso também teria ocorrido enquanto a Activision estava negociando um acordo com a Netflix, procedimento que caí sob a supervisão do próprio Neumann. As negociações deveriam levar à produção de um programa baseado em Diablo.

O que a Activision Blizzard espera alcançar com este processo é antes de mais nada uma injunção que desencoraja a Netflix de repetir esses comportamentos. Em segundo lugar, teria também como objetivo uma compensação financeira pelo dano causado pela despedida de Spencer Neumann.

Esta não é a primeira vez que a Netflix é acusada de comportamento semelhante. A Fox e a Viacom também denunciaram a atitude incorreta do serviço de streaming ao abordar executivos de outras empresas com ofertas de emprego no passado.