Quando ouvimos falar de Rastreamento de Raios todos nós pensamos em uma tecnologia tão avançada que requer hardware com especificações muito altas para gerenciar a quantidade de cálculos necessários. Bem, alguém conseguiu fazer funcionar no SNES.

A ideia surgiu Ben Carter que tentou modificar um cartucho contendo o demo SuperRT. O software em questão é na verdade uma versão de demonstração do motor usado no StarFox, precisamente o SuperFX. O resultado, embora espartano, ainda é eficaz.

"Eu queria tentar fazer algo semelhante ao chip Super FX usado em títulos como Star Fox, onde o SNES lida de maneira excelente com cálculos de sólidos por meio de chips de cartucho"