Nos últimos meses, o número um de válvula e senhor dos descontos Gabe Newell ficou preso em Nova Zelândia por causa da pandemia global, que o manteve "refém" de Março 2020. E é precisamente para os microfones de um Jornal neozelandês que Lord Gaben revelou seus planos para um possível futuro da software house, tanto do ponto de vista do negócio quanto do ponto de vista do software.

Gabe Newell Valve SteamO bilionário confirmou seu forte interesse em querer mover a Valve para a Nova Zelândia, afirmando que esse sentimento é compartilhado por alguns membros da equipe de desenvolvimento. No entanto, a situação atual da saúde ainda é muito instável para poder avaliar esta opção de forma mais concreta.

Pelo contrário, a Nova Zelândia poderia ser o lugar ideal para a Valve organizar seus eventos de e-sports, como oInternacional por Dota 2 ou competições do mesmo calibre em CS: GO, eventos que neste ano foram prontamente cancelados. Também neste caso teremos de aguardar novas confirmações.

Mas passando para a flacidez, após o sucesso de Meia-vida: Alyx, parece que Gaben e Valve estão mais do que dispostos a lançar novos títulos:

“Definitivamente temos jogos em desenvolvimento que anunciaremos no futuro. Lançar jogos é divertido. Alyx foi ótimo. Voltar à criação de jogos singleplayer criou muito ímpeto dentro da empresa, levando-nos a fazer outros. "

Finalmente, Gabe expressou sua opinião sobre o caso de cyberpunk 2077 e como ele viveu sua experiência de jogo no PC:

“Tudo o que sei é que há muitos jogadores felizes no PC que são os mais visíveis para nós. Existem aspectos do jogo que considero brilhantes e apresentam uma enorme quantidade de trabalho. É injusto atirar pedras em qualquer desenvolvedor, porque até mesmo lançar algo tão complexo e ambicioso é incrível. "

Mas voltando ao assunto quente do dia: quais serão os próximos jogos da Valve? Experiências tecnologicamente revolucionárias como Half-Life: Alyx, ou um retorno de grandes clássicos como por exemplo Portal 3?