Scavengers Studio, o desenvolvedor por trás de jogos como Seasons e o malfadado The Darwin Project, foi considerado por mais de nove ex-funcionários um ambiente tóxico e cenário de vários comportamentos inaceitáveis. Atitudes que, aparentemente, envolvem os meninos grandes da software house. É um escândalo.

Scavengers Studio assédio temporadas de maus tratos The Darwin ProjectTudo foi documentado pelo jornalista de GameIndustry.biz Rebekah Valentine e vê como protagonistas Simon Davreau (Diretor de Criação) e o CEO da software house Amelie Lamarche, que aparentemente estava ciente do comportamento de seu colega.

Aqui está um breve resumo: a antiga Ubisoft Davreau, junto com seus outros colaboradores, teria expressado alguns Comentários sexistas em relação aos membros da equipe entrevistados. Na verdade, algumas das histórias no artigo falam de tatear e outros abusos de natureza sexual, com Davreau justificando suas ações definindo-se como um cachorro no cio.

Em resposta, Scavengers Studio lançou uma série de novas regras seu código de conduta, para facilitar a comunicação de comportamentos suspeitos. Mas isso será o suficiente para acabar com essas indecências?