Apesar das críticas usuais e inúmeras, Ubisoft é uma das empresas do setor de videogame que consegue balancear mais. A software house francesa trabalha numa vasta gama de projetos, quase sempre com a fórmula clássica.

A presença da Ubisoft no mercado free-to-play não está ausente; apenas pense em Brawlhalla e Trackmania, mas certamente não é opressor. Os títulos gratuitos publicados pela empresa quase todos conquistaram um bom nicho de jogadores, mas é evidente que falta o grande projeto: algo que se compare, mesmo que remotamente, aos gigantes do mercado. De acordo com o que relatou o analista Daniel “ZhugeEX” Ahmad, 2021 será um ano de grandes anúncios sobre o assunto.

Ao longo do ano, ao que tudo indica, vão ser apresentados vários produtos free-to-play da Ubisoft, que poderão assim entrar num mercado, o dos jogos grátis, em forte estagnação desde a chegada do Fortnite.