Square Enix deixou cair seu BanHammer na comunidade Final Fantasy XIV, fechando mais de 5.000 conta, sob suspeita de comércio ilegal de itens no jogo.

Conforme anunciado pela própria Square em um nova postagem oficial, a software house revelou as razões por trás desta proibição que ocorreu entre 25 de fevereiro e 3 de março de 2021. Aparentemente, os saqueadores foram pegos fazendo compras usando dinheiro real como moeda de troca, preferindo-os aos clássicos Gil.

Transações deste tipo violam diretamente o regras oficiais do jogo e correm o risco de desequilibrar não só a economia do jogo, mas também sua dificuldade. Não é a primeira vez que a Square lida com esse problema: em 2019, a empresa foi forçada a fechar 9.500 contas envolvidas neste Massive Multiplayer Black Market.