Vamos falar sobre FIFA mas, ao contrário dos tempos passados ​​em que falamos sobre os vários escândalos e ações judiciais relacionado à modalidade Ultimate Team, hoje vamos falar sobre um boato relacionado ao contrato de licença oficial entre o desenvolvedor Electronic Arts (EA Sports) e a atual organização suíça de futebol.

De acordo com o New York Times, algumas semanas após o lançamento da última edição do jogo FIFA 22, os dois lados voltariam a renegociar seus próprios acordos, com a EA pode ter encontrou uma parede em seu caminho.

FIFA 21 EAGate Miniatura Ultimate Team da Electronic ArtsDe acordo com o boato, de fato, o Associação da Federação Internacional de Futebol ele estaria pensando em aumentar o seu próprio tassa em sua licença, até chegar à figura de ben 2.5 mil milhões de dólares, bem como um limitar a liberdade da Electronic Arts de expandir a marca bem além do vídeo reproduzidoorganizando exportar eventos e com foco na crescente popularidade de NFT.

Enquanto isso, o mesmo gerente geral da EA Sports Cam Weber afirmou recentemente que a empresa estaria reavaliando a ideia de mudar o nome da franquia, chegando a registrar a nova marca EA Sports FC, mantendo os acordos atuais com FIFPro, a organização dedicada à gestão de semelhança dos jogadores profissionais em seu nome.

Resumindo, o que os fãs da série devem esperar? Não podemos deixar de aguardar o possível vencimento da licença, previsto para o final do próximo Copa do Mundo no Catar 2022.