Nas últimas horas Phil Spencer publicou um postagem oficial do blog no local Microsoft explicar quais serão as políticas da empresa em relação a valores mobiliários Activision Blizzard na sequência da aquisição desta última pela própria Microsoft.

Tudo começou com uma investigação dos britânicos Autoridade de Concorrência e Mercados, que após a aquisição da Activision Blizzard, expressou suas dúvidas quanto ao potencial desequilíbrio no mercado de jogos, principalmente devido à grande quantidade de jogadores que Call of Duty é capaz de atrair.

Nevasca Microsoft Activision

Bem, Spencer respondeu à autoridade inglesa enfatizando mais uma vez que a franquia de tiro em primeira pessoa ele continuará a ser lançado no mesmo dia no Xbox (e Game Pass), mas também no PlayStation, e que a Microsoft pretende seguir o mesmo caminho que traçou com o Minecraft após a aquisição da Mojang em 2014, disponibilizando o título para o maior número de plataformas possível.